quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Órgãos não chegam a consenso sobre número de mortos na tragédia de Mar Grande


Pelo menos três números já foram divulgados por órgãos que acompanham o resgaste das vítimas na tragédia de Mar Grande, quando uma embarcação com 120 pessoas naufragou, na manhã desta quinta-feira (24). Capitania dos Portos da Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Secretaria de Saúde da Bahia acompanham. Na coletiva de imprensa realizada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), na tarde de hoje, chegaram ao número de 18 mortos. Contudo, ao especificarem a localidade das vítimas chegou-se a 19 pessoas sem vida. Questionados por jornalistas, os órgãos mantiveram o número de 18. Segundo eles, dois mortos foram encontrados dentro da embarcação,
três foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Salvador, três na UPA de Mar Grande e 11 corpos foram encontrados na beira da praia. Portanto, 19 mortos.
No início da manhã, a Capitania dos Portos chegou a divulgar que 22 pessoas foram localizadas sem vida. Logo após confirmou-se a morte de um bebê subindo para 23, mas a CP não certificou. Já a Astramab não se posicionou em relação ao número. Ao BNews, o presidente Jacinto Chagas afirmou que os números estão desencontrados. Ainda na coletiva, a Samu e Sesab confirmam 85 atendimentos na UPA de Mar Grande. Dos 120 passageiros cerca de 30 ainda estão sem identificação, ou seja, desaparecidos. Os representantes dos órgãos acreditam que não há mais sobreviventes.
Este desencontro de informações deixa ainda mais os familiares dos envolvidos na tragédia aflitos por informações precisas. Não há também lista com nomes dos passageiros.
Notas oficiais
Em nota oficial, a prefeitura de Vera Cruz divulgou "18 óbitos, entre eles duas crianças confirmadas até agora, de 3 e 4 anos. No total, passaram pela catraca 129 pessoas, mas 13 delas não embarcaram (116 passageiros + 4 tripulantes + 4 PM´s = 124 pessoas)". Já a Marinha revisou o número e chegou a 18 também. A alteração ocorreu após o Instituto Médico Legal (IML) informar que recebeu somente 18 corpos.

Compartilhar: Facebook Whatsapp Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

OTICA

OTICA

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

TOP 5 - VOZ DO LOBO

PUBLICIDADE

CURTA NOSSA PÁGINA